20 de set de 2010

Cores


Poema Azul
Maria Betânia

O mar beijando a areia
O céu e a lua cheia
Que cai no mar
Que abraça a areia
Que mostra o céu
E a lua cheia
Que prateia os cabelos do meu bem.
Que olhar o mar beijando a areia
E uma estrelinha solta no céu
Que cai no mar
Que abraça a areia
Que mostra ao céu e à lua cheia
Um beijo meu.
- O mar sonoro, o mar sem fundo, o mar sem fim.
A tua beleza aumenta quando estamos sós.
E tão fundo, intimamente, a tua vozsegue o mais secreto bailar do meu sonho, que momentos há emque eu suponho seres um milagre criado só pra mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário